Tatyana de Alencar Jacques
Universidade Federal de Santa Catarina
Universidade do Estado de Santa Catarina
taty.aj@gmail.com

“Gênero, Canções e Emoções nos filmes da Jovem Guarda

Resumo: Nesse artigo busco reflito sobre a concepção de amor romântico e sua relação com questões de gênero que caracterizam os filmes protagonizados por Roberto Carlos, Wanderléa Salim e Erasmo Carlos lançados entre 1968 e 1971. Esses três cantores foram as figuras chaves de um movimento musical que se popularizou como Jovem Guarda, emergido na década de 1960, fortemente ligado à rebelião jovem e que teve a apropriação do rock como marca distintiva. Nos filmes analisados, Roberto, Erasmo e Wanderléa não apenas interpretam personagens, mas engajam-se na construção de suas figuras midiáticas, constituindo narrativas que criam significados por meio da articulação de imagens, canções e emoções, que desvelam padrões de masculinidade e de feminilidade. Com isso, olhando e interpretando esses filmes, busco ressaltar como não apenas a performance das emoções, mas sua própria constituição, é definida por relações de gênero.

Palavras-chave:Filme Musical; Canção; Relações de Gênero; Antropologia das Emoções.

Gender, Songs and Emotions in the motion pictures of Jovem Guarda

Abstract: In this paper we approach the conception of romantic love and its relations to gender issues that characterize the motion pictures starring Roberto Carlos, Wanderléa Salim and Erasmo Carlos, released between 1968 and 1971. These three singers were the key figures of a musical movement popularized as Jovem Guarda (Young Guard), emerged in the 1960s, strongly related to young rebellion and that had the rock appropriation as a distinctive mark. In the films analyzed, Roberto, Erasmo and Wanderléa not only interpret characters, but engage in the construction of their media figures, constituting narratives that create meanings by the articulation of images, songs and emotions that unveil masculinity and femininity patterns. Therefore, watching and interpreting these films, we seek to emphasize that the performance of emotions, as well as their own constitution, is defined by gender relations.

Keywords: Musical Film; Songs; Gender Relations; Anthropology of Emotions.

Género, Canciones y Emociones em las peliculas de la Joven Guarda

Resumen: En este artículo reflexiono sobre la noción de amor romántico y su relación con aspectos de género que caracterizan las películas protagonizadas por Roberto Carlos, Wanderléa Salim y Erasmo Carlos lanzados entre 1968 y 1971. Estos tres cantantes fueron figuras claves de un movimiento musical que se popularizó como Joven Guarda, que surgió en la década de 1960, fuertemente ligado a la rebeldía juvenil y que tuvo la apropiación del rock como marca distintiva. En las películas analizadas, Roberto Carlos, Erasmo y Wanderléa no solo interpretan personajes, sino que participan en la construcción de sus figuras mediáticas, construyendo narrativas que crean significados por medio de la articulación de imágenes, canciones y emociones, que revelan patrones de masculinidad y de feminidad. Así, mirando e interpretando estas películas, señalo que no solo la perfomance de las emociones, sino su propia constitución es definida por las relaciones de género

Palabras clave:Película Musical; Canción; Relaciones de Género; Antropología de las Emociones.